Sergipão 2018 é lançado pela Federação Sergipana de Futebol

Federação Sergipana de Futebol lança Sergipão 2018 hoje à noite
4 de Janeiro de 2018
Socorrense realizará os jogos no Lelezão
10 de Janeiro de 2018

Sergipão 2018 é lançado pela Federação Sergipana de Futebol

Em cerimônia bastante prestigiada por desportistas, dirigentes e técnicos dos clubes participantes do campeonato, autoridades, parlamentares, profissionais da imprensa e convidados, a Federação Sergipana de Futebol lançou na noite da quinta-feira, 04, na sede da Associação dos Engenheiros Agrônomos de Sergipe (AEASE), o Campeonato Sergipano de Futebol 2018.

Ocupando a 17ª posição no ranking da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), o Campeonato Sergipano de Futebol chega à sua centésima edição com muito planejamento e organização, patrocinadores de ponta, investimento das agremiações e a determinação em galgar um espaço maior entre os torcedores, times e a sociedade civil.

O Sergipão 2018

A primeira fase do Campeonato Sergipano terá 62 jogos em nove rodadas e dez times participantes, sendo eles: Amadense, Boca Júnior, Confiança, Dorense, Frei Paulistano, Itabaiana, Lagarto, Olímpico, Sergipe e Socorrense. Os jogos serão disputados nos estádios Ariston Azevedo, Batistão, Brejeirão, Etelvino Mendonça, Francão, Paulo Barreto, Souzão, Titão e Wellington Elias. A segunda fase contará apenas com seis times. O jogo de abertura do Sergipão 2018 acontece às 15h35 do sábado, 13 de janeiro, na Arena Batistão.

Novas conquistas

Segundo o presidente da Federação Sergipana de Futebol, Milton Dantas, após uma caminhada árdua, o momento é de celebração. “Percorremos um longo caminho nos últimos anos dois anos, foram muitas as andanças para darmos a volta por cima e chegarmos ao nível que estamos e conquistar o que pretendemos ainda este ano, mesmo com todas as dificuldades e exigências que esse trabalho impõe. Endosso aqui as palavras de dezenas de pessoas envolvidas com o futebol sergipano de que a Federação tem sido uma mãe, pois, sabemos o quanto essas exigências são grandes e temos nos esforçado para oferecer melhores condições aos dirigentes de clubes, comissão de árbitros e, sobretudo, cada vez mais implantar o profissionalismo em nosso futebol”, declarou.

Ele destacou algumas das conquistas obtidas. “Graças à nossa dedicação e os diálogos estabelecidos, no ano passado a FSF realizou a maior premiação da história do campeonato e concedeu R$ 80.000,00 ao vice-campeão e R$ 150.000,00 ao campeão, o campeonato foi recorde de gols e de público nas praças esportivas. Para o Sergipão 2018, conseguimos novamente o patrocínio da Caixa Econômica Federal, Energisa, Fasouto e Schin, o apoio da TV Atalaia, que pelo terceiro ano consecutivo vai realizar a transmissão de todos os jogos, além do canal Esporte Interativo que cedeu por mais quatro anos os direitos de transmissão do campeonato”, revelou.

Apoios

Milton Dantas citou outros suportes recebidos ao longo da gestão. “Temos dialogado e expondo nossas ideias a diversos setores e esferas do poder, porque precisamos acabar com a imagem de pedintes e vender um bom produto que é o nosso futebol. Já recebemos sinalização do Governo do Estado, Prefeitura de Aracaju, Assembleia Legislativa e Câmara Municipal de Aracaju, que dentro das possibilidades se somará ao nosso propósito. Também contamos com o auxílio crucial do Deputado Federal, André Moura, que intermediou reuniões com o Presidente da Caixa Econômica Federal, Gilberto Occhi, assegurando o patrocínio da instituição financeira ao Campeonato, bem como da Polícia Militar, Ministério Público Estadual, Tribunal de Justiça Desportiva de Sergipe, Associação dos Cronistas Desportivos de Sergipe e de toda a imprensa sergipana. A Federação jamais obteria o êxito sem o auxílio de todos eles”, afirmou.

O presidente da FSF divulgou outras ações desenvolvidas. “Queremos cada vez mais encher os estádios não só de torcedores, mas das suas famílias também, por isso, vamos tentar resgatar o programa Gol da Sorte. Já mantivemos conversas com o governador Jackson Barreto e através do Deputado Estadual, Jairo de Glória, fizemos a explanação na Assembleia Legislativa, usando o exemplo de Sergipe em décadas passadas e de outros estados que copiaram a nossa ideia e a mantém até hoje. Acreditamos no sucesso do retorno do programa, pois além de contribuir para a arrecadação estadual, voltaremos a lotar todas as praças esportivas, reforçando o papel importante da sociedade no futebol”, enfatizou.

Novas contribuições

O Deputado Estadual, Jairo de Glória disse que a Assembleia se empenhará o máximo para que esse projeto torne-se realidade.  “As dificuldades são muitas, mas é inegável que a Federação Sergipana de Futebol vive uma nova história após o comando de Milton Dantas, e é essa contribuição dada ao esporte sergipano, seja na ajuda aos times amadores, nas melhorias do campeonato e no respaldo adquirido a nível nacional, que nos encorajava a participar dessa luta que é de todos, por isso, creio que a casa do povo não se furtará a prestar esse apoio”, frisou.

O Diretor Comercial da TV Atalaia, Carlos Eduardo Andrade, anunciou que a emissora estará ainda mais envolvida. “É um prazer indescritível para o Sistema Atalaia de Comunicação poder estar pelo terceiro ano consecutivo levando o campeonato a todos os lares sergipanos. Dispomos de garra, luta, coragem e mais de 100 profissionais envolvidos para fazer um campeonato cada vez mais democrático com todos os clubes envolvidos e realizar a maior cobertura de todos os tempos, uma vez que no ano do centenário, o Sergipão 2018 também será transmitido pela emissora de rádio CBN, que agora faz parte das Organizações Walter Franco”, contou.

Homenagens 

Milton Dantas comunicou aos presentes que quebraria o protocolo e prestou uma homenagem ao radialista e cronista desportivo, Carlos Magalhães, verdadeira lenda viva e importante colaborador para a história do futebol sergipano. Ao fazer o uso da palavra, Magá agradeceu a todos, contou um dos ‘causos antigos’ e desejou boa sorte à Federação e ao campeonato, sendo ovacionado pelos presentes. O presidente informou ainda que no ano do centenário, a Federação escolheu um cidadão para emprestar o seu nome ao troféu do campeonato, e com grande satisfação, o promotor de justiça, Deijaniro Jonas, aceitou o convite proposto.

Ao fazer o uso da palavra, o promotor, Deijaniro Jonas, agradeceu a homenagem, relembrou sua trajetória de atleta amador na cidade Lagarto, sua incursão pelo futebol enquanto jogador, fundador, dirigente e incentivador do esporte e reforçou a parceria do Ministério Público com o futebol sergipano. “É um reconhecimento muito expressivo na minha carreira de atleta e de homem público. O artigo 6º da Constituição Federal assegura que o esporte é um direito social do cidadão, e nós, enquanto profissionais do Ministério Público somos parceiros do esporte sergipano, buscando aprimorá-lo dentro do que rege as leis. Nosso desejo é que a imprensa esportiva, as comissões de arbitragem e toda a sociedade façam uso de um diálogo único. Lagarto, a minha cidade natal é uma prova do quanto o esporte faz bem e cria novas oportunidades para a juventude, temos diversos exemplos em clubes estaduais, intermediários, nacionais e internacionais. Estou muito grato pela homenagem e desejo que o Campeonato Sergipano cada vez mais venha revelar bons atletas”, ressaltou.

Presenças

Também prestigiaram o lançamento do campeonato sergipano 2018, o servidor da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer, Glennyson Cruz, que representou o governador Jackson Barreto, o Secretário Municipal de Esportes, Jorge Araújo Filho, que representou o prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira, o Superintendente da Caixa Econômica Federal em Sergipe, Marcos Antonio Queiroz, os vereadores por Aracaju, Tiago Batalha e Jason Neto, o Vice-Prefeito de São Cristóvão, Adilson Júnior, o presidente da Associação dos Cronistas Desportivos de Sergipe, Adel Braga, e o Coronel Vivaldi, que representou a Polícia Militar de Sergipe.