Itabaiana faz 2×0 mas cede o empate a Fluminense de Feira, que garante classificação

Confiança perde mais uma vez em casa e se complica na classificação
29 de junho de 2017
Ramalho quer se aposentar no Sergipe
4 de julho de 2017

Itabaiana faz 2×0 mas cede o empate a Fluminense de Feira, que garante classificação

O Itabaiana tinha tudo, para encerrar sua participação no Brasileiro da Série D de forma digna com uma vitória marcante fora de casa, contra o Fluminense de Feira de Santana. O vice-campeão sergipano mesmo jogando na casa do adversário abriu uma vantagem de 2×0. O time de casa reagiu no final e chegou ao empate em 2×2, garantindo a classificação como líder do Grupo 8. O segundo classificado foi o Campinense, que venceu o Atlético-PE por 2×0.

 O resultado garantiu ao Tricolor a liderança do Grupo A08 com nove pontos. O Itabaiana, que sofreu punição com perda de três pontos por escalação irregular, ficou na lanterna com cinco pontos. Na próxima fase, o Fluminense de Feira encara o Sousa-PB, que se classificou em segundo lugar no Grupo A7. Por ter melhor campanha, os baianos farão o segundo duelo dentro de seu estádio.

Com um primeiro tempo irreconhecível do Fluminense, o Itabaiana aproveitou para sair na frente. Aos 16 minutos, a estrela de Victor Sapo começou a brilhar ao marcar o primeiro gol da partida. O técnico do Tricolor realizou duas alterações logo na primeira etapa, mas nada adiantou.

Na volta do intervalo, foi o Itabaiana que marcou mais um, novamente com Victor Sapo, aos oito minutos. Até aqui, o Itabaiana se classificaria se não fosse a punição por escalação irregular. No fim da partida, porém, o time apagou e cedeu o empate. Rafael Granja, um dos que entraram no primeiro tempo, foi decisivo.

Aos 38 minutos, ele marcou o dele e diminuiu a vantagem. Ainda mais no fim, ele apareceu novamente e deu um belo passe para João Neto deixar tudo igual. Logo após o lance, o árbitro encerrou a partida.

A única oportunidade clara de gol aconteceu apenas aos 22 minutos. O lateral-direito Felipe Cordeiro cobrou falta para dentro a área e o zagueiro Mimica desviou de cabeça na trave. O goleiro Michel Alves já estava batido.

Antes o intervalo, cada time ainda teve mais um chute a gol, mas sem sustos. Aos 31 minutos, o meia Roger Gaúcho arriscou de longe e a abola saiu pela linha de fundo. Aos 34, o Dragão respondeu. O volante Jardel soltou uma bomba e Michel Alves defendeu.

Deu Belo na cabeça – Depois de um primeiro tempo sonolento, o segundo começou muito mais movimentado. Logo aos oito minutos, o Belo já chegou com perigo. Após confusão na área, a bola sobrou para o atacante Rafael Oliveira, que finalizou para grande defesa do goleiro Sílvio.

O time paraibano continuou apostando na tática de defender-se e sair para os contra-ataques. Os botafoguenses, contudo, só abriram o placar em bola parada. Após escanteio, Rafael Oliveira desviou de cabeça para marcar o primeiro.

Após o gol, os sergipanos tentaram uma reação para buscar o empate, mas pecaram pela falta de qualidade do meio para frente. A melhor chance aconteceu aos 39 minutos, quando o atacante Rômulo chutou por cima do gol.

No próximo domingo, às 18h00, o Confiança volta a campo contra o Fortaleza, no estádio Presidente Vargas, em Fortaleza. Enquanto isso, o Botafogo-PB visita o ASA, no mesmo dia, às 16h00, no estádio Coaracy da Mata Fonseca, em Arapiraca.